NOTICIAS

Vale do Seringal: A ponte que caiu? Já era!

   10/11/2017
Fonte: Agecom - Prefeitura Municipal de Castanheira   

Uma ponte tomada pelas águas, no Rio 7 de Setembro, na MT 420, impossibilitando o acesso de centenas de produtores para a sede do município em algumas ocasiões; outra amarrada com cabo de aço, sobre o Rio Vermelho, entre os I e III Setores do Vale do Seringal,  podendo cair a qualquer momento e uma terceira, também sobre o Rio Vermelho, entre os II e IV Setores,  que acabou caindo, no início de 2013, fazem parte de um cenário do passado em Castanheira.

 

A última das três novas pontes de concreto construídas a partir do aval do Ministério de Integração Nacional a decreto de emergência assinado em 2013 pela prefeita Mabel de Fátima Almici Milanezi, depois de minucioso levantamento das carências estruturais do município, acaba de ser liberada para o trânsito, que não fluía entre o II e IV Setores ou Assentamentos do Vale do Seringal há quase cinco anos.

 

Com vão de 85 metros sobre o Rio Vermelho, sendo a mais extensa das três, consumiu mais de R$ 2 milhões dos 5,2 liberados pelo órgão federal graças a um esforço envolvendo o governo municipal, através de uma equipe técnica,  e as constantes intervenções em Brasília dos deputados federais Ságuas Moraes e Valtenir Pereira.

 

Com essa terceira obra concluída, a construção em andamento de três outras pontes, sendo a maior sobre o Tucanazão, na Comunidade Nossa Senhora da Alegria, orçada em R$ 623.417,80, oriundos de outro estado de emergência decreto pela administração municipal e referendado pelo Ministério da Integração Nacional, com recursos da ordem de R$ 2 milhões, e  quatro bueiros, nas regiões da Comunidade Santa Emília, Linha 1 e Linha São Roque, Castanheira recebe o maior pacote de obras para melhorias em sua infra-estrutura rural de sua história.

 

Além deste volume de obras oriundos dos projetos emergenciais alinhavados pela administração municipal, o Secretário Anderson Fernandes, o Mineirinho, e sua equipe, tem trabalhado incansavelmente em outras frentes que incluem a melhoria das estradas rurais, por meio de serviços como conservação, reparos de pontes, alargamento de pista e rebaixamento de morros. "Esses serviços estão sendo facilitados sobremaneira em 2017 depois da aquisição de uma PC 130, que custou ao município R$ 370 mil", destaca Mineirinho. 

Menu

Webmail
Fotos de Castanheira