NOTICIAS

Prefeitura repara e termina obras de outra gestão

   24/01/2018
Fonte: Agecom   

Serviços incompletos ou reprovados em vistoria técnica da Caixa Econômica Federal em Castanheira, estão impondo mais um desafio para a atual administração do município: a obrigação de fazer o que não foi feito, se utilizando de recursos próprios, para evitar uma tomada de conta especial da instituição. Em outras palavras, tornar o município inadimplente, inviabilizando o recebimentos de recursos.

 

Os serviços em questão dizem respeito aos Contratos de Repasses 0241570-80/2007, no valor de R$ 202.292,00 e 0241998-48/2007, no valor de R$ 304.160,00, relativos a serviço de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais, celebrados entre a União, com intermediação da Caixa Econômica Federal.

 

Desde que foi notificada em 21 de dezembro de 2017, por Natany Paula Borges e Ubiratan Alves de Freitas, coordenador e gerente de filial da CEF em Cuiabá, a prefeita Mabel de Fátima Melanezi Almici orientou o setor de Obras do município para coordenar serviços de construção de meio fios, sarjetas e recapeamento nas Ruas Nossa Senhora Aparecida, Artêmio Zonta, Raimundo Pinto e Wanderley Vicente. Não é a primeira vez que a atual administração se vê obrigada ao reparo ou realização de obras, dispendendo recursos do erário municipal que poderiam ser aplicados em obras inseridas em seu planejamento. 

Menu

Webmail
Fotos de Castanheira