NOTÍCIA

"Seo" Adão: amo lidar com alunos!

DATA: Quarta-feira, 24/10/2018 16:01
FONTE: Assessoria

Quando chegou em Castanheira, em 1986, com os pais e dois irmãos, tendo à época 22 anos, Adão Nilson de Oliveira, 55, já tinha uma história de andanças da família, em busca de um lugar definitivo para plantar seus sonhos. Trabalhando nas lidas de café, no Paraná e até no Paraguai, seu pai, José Pedro de Oliveira, veio para a região noroeste de Mato Grosso pensando em trabalhar com esta cultura. Não deu certo. Mas, resolveram ficar.

“Castanheira é um bom lugar para se viver, o povo é hospitaleiro, unido e entendemos que aqui era o lugar”, diz “Seo” Adão, como alguns gostam de chamar, ou “Tio”, para as crianças e adolescentes, que fazem parte do seu cotidiano. Desde 1º de Julho de 2004, na administração do Dr. Jorge Luiz Arcos, quando iniciou sua carreira como funcionário público, ele trabalha como motorista escolar. Referindo-se aos seus companheiros das viagens diárias, diz que são como filhos. “Adoro lidar com alunos”, destaca.

Conhecido por ser bastante atencioso e zeloso no que faz, “Seo” Adão, é o típico homem de família. Sua rotina é do trabalho para casa e de casa para o trabalho. Inicia sua busca por alunos, nas rotas Linha 03 e MT 170 no sentido Juína, 05h30, tendo como destinos finais as propriedades de João da Eva e as fazendas de Nelson Dilio e Régio Brasileiro Rios. Quando termina sua jornada, por volta das 20 horas, ainda encontra tempo para colocar a prosa em dia com a patroa, Lucineia da Silva, companheira de quase quatro décadas de vivência. São pais de Claudineia Aparecida de Oliveira.

O assunto preferido em qualquer conversa é os alunos que transporta no dia a dia. Por ser um público conceituado como de difícil lidar, observa que nunca teve problemas. “Dão um pouco de trabalho, o que é comum na fase que vivem, mas com paciência tudo se resolve, somos grandes amigos”. Exatamente por essa qualidade seu trabalho é muito bem avaliado pelos principais interessados, os pais.



MAIS NOTÍCIAS